terça-feira, 27 de outubro de 2009

Detalhamento do 5º Estudo do Mês de Outubro

MOCIDADE ESPÍRITA JOANNA DE ÂNGELIS

COMISSÃO DE ESTUDOS - COE

DETALHAMENTO DO 4º Estudo do Ciclo V:

TEMA DO CICLO: Os prazeres da alma

TEMA ESPECÍFICO DO ESTUDO: Conceitos Psicológicos

MÊS: Outubro

DATA: 31/10/2009

ORADOR(A): André Daniel

ABORDAGEM:

Recomendações gerais:

  • Todos os nossos Detalhamentos (perguntas, citações, indicações de páginas, etc.) estão baseados na 1ª edição do livro Os prazeres da alma de 2003.

  • Objetivo geral do estudo: Abordar os conceitos psicológicos utilizados por Hammed no decorrer do livro, tais como: self; imago; imago dei; individuação; etc. Com o objetivo de embasar os próximos estudos.

DETALHAMENTO:

  • Conceitue e explique: Id, Ego e Superego (Obs. Esses conceitos permeiam toda a obra).

  • A partir dos conceitos analisados acima, comente a seguinte frase do autor: “Paciência é um estado de alma em que a criatura não é atingida pelas suas inquietações ou irritabilidades, visto que se libertou do desassossego e da agitação do ego”. (p.45)

  • Conceitue e explique: self, imago, imago dei, individuação (p.139) [Obs. Todos esses conceitos são usados por Hammed].

  • Comente a necessidade da renovação mental, tendo em vista a seguinte frase que Paulo de Tarso escreveu aos romanos: “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos, renovando vossa mente, a fim de poderes discernir qual é a vontade de Deus”. (p.21/Romanos, 12:2).

  • Porque podemos dizer que Cristo é o símbolo do Self? (p. 22)

  • Comente a frase do autor a partir do conceito de self:

    • É muito bom vivenciar a alegria de encontrar o ‘tesouro escondido’ no campo da própria alma, isto é, reconhecer o Si mesmo, a mais profunda realidade – a ‘vontade de Deus’ que sustenta, resguarda e inspira o ser humano a progredir de modo natural e sensato”. (p.21).

  • Fale-nos sobre a conquista da fé raciocinada e alicerçada na paz de espírito, na razão e na consciência pelas pessoas mais sintonizadas com o self. (p.48)

  • Comente o significado do “Eu profundo” na seguinte frase: “Ao nos identificarmos com nosso ‘Eu’ mais profundo, reconhecemos que somos espíritos imortais e, por conseqüência, emerge de nossa intimidade uma consciência liberta do mundo mesquinho, diminuto e pessoal do ego” (p.141)

BIBLIOGRAFIA:

  • NETO, Francisco do Espírito Santo. (Espírito Hammed). Os Prazeres da Alma. 1ª edição. 2003. Catanduva, São Paulo / Boa Nova Editora. [Especialmente os capítulos: Alegria (p.21-24) / Individualidade (p.139-141) / Paciência (p.45-48) / Renovação (p.157-160)].


Abraços Fraternos!

Nenhum comentário: