quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Detalhamento do 1º Estudo do Mês de Setembro

CICLO DE ESTUDOS DO MÊS DE AGOSTO - TEMA: Vida e Sexo
1º Estudo do Ciclo IV:

TEMA DO CICLO: Vida e Sexo

TEMA ESPECÍFICO DO ESTUDO: Energia Sexual

MÊS: Setembro

DATA: 05 de Setembro de 2009

ORADOR(A): Mateus Westin

ABORDAGEM:

Recomendações gerais:

  • Todos os nossos Detalhamentos (perguntas, citações, indicações de páginas, etc.) estão baseados na 1ª edição do livro Vida e Sexo. Portanto, se o (a) leitor (a) consultar outras edições, haverá diferenças na indicação das páginas.

  • Objetivo geral do estudo: O enfoque desse estudo é a energia sexual e sua manifestação múltipla na dinâmica e na economia do Universo. A energia sexual, na essência, é a força emanada da Criação Divina para a constituição e sustentação de todas as criaturas. A compaixão e o perdão como virtudes fundamentais diante de toda e qualquer desarmonia do mundo afetivo.

Capítulo 1 – Em torno do sexo:

  • Qual a definição de segundo Emmanuel? (p.10 e 11)

  • Comente a frase marcada por grifo nosso: “Desarrazoado subtrair-lhe as manifestações aos seres humanos, a pretexto de elevação compulsória, de vez que as sugestões da erótica se entranham na estrutura da alma, ao mesmo tempo que seria absurdo deslocá-lo de sua posição venerável, a fim de arremessá-lo ao campo da aventura menos digna, com a desculpa de se lhe garantir a libertação” (p.10).

5 – Energia sexual:

  • Fale-nos dos malefícios gerados ao espírito quando a energia sexual é exacerbada e mal canalizada. (p.21)

  • Comente sobre a necessidade de a energia sexual estar controlada por valores morais que lhe garantam o emprego digno. (p.22)

  • Qual é a função da na trajetória do espírito? (p.22)

  • Por que a é o “caminho certo” das manifestações afetivas? (p.22)

  • Fale-nos da sublimidade da energia sexual, tendo em vista a seguinte frase: “Em nenhum caso, ser-nos-á lícito subestimar a importância da energia sexual que, na essência, verte da Criação Divina para a constituição e sustentação de todas as criaturas. Com ela e por ela é que todas as civilizações da Terra se levantaram, legando ao homem preciosa herança na viagem para a sublimação definitiva, entendendo-se, porém, que criatura alguma, no plano da razão, se utilizará dela, nas relações com outra criatura, sem conseqüências felizes ou infelizes, construtivas ou destrutivas, conforme a orientação que se lhe dê” (p.23)

26 – À margem do sexo:
  • Fale-nos sobre os riscos da e da frente a todas as complicações e problemas do sexo. (p.99)

  • Comente acerca da temeridade de qualquer julgamento alheio na esfera afetiva / sexual considerando a seguinte frase: “Calai os vossos possíveis libelos, ante as supostas culpas alheias, porquanto nenhum de nós, por agora, é capaz de medir a parte de responsabilidade que nos compete a cada um nas irreflexões e desequilíbrios dos outros” (p.100 e 101)

  • Tendo em vista a Sabedoria e a Justiça Divinas, analise a frase: “(...) muitos de nossos erros imaginários no mundo são caminhos certos para o bem, ao passo que muitos de nossos acertos hipotéticos são trilhas para o mal de que nos desvencilharemos, um dia!...” (p.100 e 101)

  • Fale-nos sobre a importância da compaixão e do perdão como virtudes imperiosas diante de toda e qualquer desarmonia do mundo afetivo. (p.101)

BIBLIOGRAFIA:

  • XAVIER, Francisco Cândido. (Espírito Emmanuel). Vida e Sexo. 1ª edição. 1970. FEB.

  • KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. FEB. Capítulo IV “Do Princípio vital” – Parte “Seres orgânicos e inorgânicos”: Questões 60 a 67. Sobre “Influência do organismo”: Questões 367 a 370. Sobre “Paixões”: Questões 907 a 912.

  • KARDEC, Allan. O Evangelho segundo o Espiritismo. FEB. Capítulo X “Bem-aventurados os que são misericordiosos” e Capítulo XVII “Sede perfeitos”.

  • BARCELOS, Walter. Sexo e evolução. 2ª edição. FEB (Capítulo 2 “O sexo na Vida Universal”; Capítulo 3 “A sede real do sexo”; Capítulo 22 “Evolução no instinto sexual” e Capítulo 23 “Energia sexual e sublimação”).

Abraços Fraternos!

Nenhum comentário: